8 Razões para estudar em Coimbra!

Se começaste a ler este post e já estudaste em Coimbra, bem vindo, vamos partilhar um pouco desta saudade. Se ainda estás indeciso, e Coimbra é uma opção, espero convencer-te no fim deste pequeno texto que não existe outra, se não Coimbra. Se nenhum destes casos é o teu, então resta apenas dizer que perdeste a oportunidade de uma grande Aventura.
Foram 4 anos que guardo com muito carinho e emoção. Como é impossível descrever aqui toda a minha experiência,escolhi 8 razões que me fizeram apaixonar por esta cidade.

1. Prestígio
A Universidade de Coimbra foi fundada em 1290, é a mais antiga em Portugal e uma das mais antigas do mundo. Assume-se como uma referência incontornável no panorama do ensino superior em Portugal e além fronteiras. Quando pensei em Direito pensei automaticamente em Coimbra e em mais nenhuma outra opção.

2. Tudo é perto
A proximidade de tudo em Coimbra é sem dúvida uma mais valia. Viver, estudar e andar para todo o lado a pé não tem preço. Essa facilidade enquanto estudante aumenta bastante a tua qualidade de vida e aproxima-te dos teus amigos que acabam sempre por viver “a uma porta” de ti.

3. É barato viver em Coimbra
Desde que me mudei para Lisboa percebi o quão barato é viver em Coimbra. Desde encontrar um quarto acessível (boa localização, bom preço e qualidade) até alimentação, vida noturna,… O dinheiro rende em Coimbra e o espectro de coisas que se pode fazer é um ponto bastante positivo quando escolhemos a cidade onde vamos estudar.

4. Multiculturalidade
A Universidade de Coimbra é uma universidade procurada por alunos de todo o mundo. A faculdade de Direito é a instituição portuguesa que mais atrai estudantes estrangeiros. Pelos corredores encontramos estudantes de mais de 20 nacionalidades. Estando em Coimbra estamos também mais próximos do mundo.

5. “A cidade dos amores e dos doutores”
Não há outra cidade que preserve mais a sua história como Coimbra. Capa e batina, praxe, serenata, queima: tem um significado muito próprio em Coimbra. Atrevo-me a dizer que Coimbra é verdade, o resto é cópia.

6. Os teus amigos são uma extensão da tua família
Dizem que em Coimbra fazem-se amigos para a vida. Pelos menos comigo foi assim. Sou eternamente grata a Coimbra por me ter dado pessoas que fizeram parte da minha caminhada, que são o meu passado e o meu futuro.

7. Saudade
“Sentes que o tempo acabou, Primavera de flor adormecida. Qualquer coisa que não volta, que voou. Que foi um rio, um ar, na tua vida.” Recordo-me como se fosse ontem a primeira vez que ouvi a balada da despedida e hoje não posso sequer ouvir cinco segundos sem que me venham as lágrimas aos olhos. É uma jura de amor eterno.

8. Só quem viveu Coimbra é que sabe

“Para alguém que nasceu e sempre viveu em Coimbra, é como encontrar um “admirável mundo novo”. Zonas da cidade que pensava esquecidas revelaram-se cheias de vida e vibrantes com o espírito académico. Pessoas de todo o país e do mundo alargaram os meus horizontes culturais. E não posso esquecer o contacto com algumas das mais proeminentes personalidades que tive como professores, que se confirmou como muitíssimo enriquecedor. A Coimbra, que para muitos é madrasta, para mim sempre foi uma excelente mãe!” Tiago da Costa Andrade

“Ao lembrar Coimbra três palavras me vêm à memória: Saudade, Tradição e Força. Saudade dos bons amigos que fiz e dos momentos que com eles vivi, que verdadeiramente se tornaram histórias para contar aos meus netos.Tradição porque Coimbra é sem dúvida a melhor cidade para ver e viver tudo aquilo que Portugal nos deixou: o fado, a história, a primeira academia. Força porque Coimbra foi bem mais do que a cidade onde eu estudei,foi Coimbra que me impulsionou para a vida.” Jéssica Pires

“A ti, Coimbra, um obrigado! Um obrigado por me dares os melhores 4 anos da minha vida, por me dares os melhores amigos que poderia ter e por me ensinares o verdadeiro significado da palavra Saudade. Apesar de muitas vezes ter chorado por não querer deixar a minha casa, sei que não poderia ter escolhido melhor cidade. Deixo um conselho que me deram na minha primeira serenata e que até hoje trago comigo: vivam como se acabasse amanhã mas sintam como se fosse para sempre.” Ana João Costa

1 Comment

  1. Alexandra Cardoso
    May 7, 2017 / 3:16 pm

    Bruna adorei saber que o studaste em Coimbra! Vi video do teu aniversario onde andaste por varias zonas da cidade! Eu nasci e estudei em Coimbra e percebo perfeitamente o que queres dizer! Adorei este post! Beijinho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *